Homenagem Póstuma a Vanderlei Carlos da Silva

 

 

               Penso, iniciar estas palavras não será fácil, porém um lapso me vem à lembrança e entendi que outrora ainda nos tempos de ginásio, conheci um jovem menino, na época ainda de cabelo enrolado enquadrado de cabelinho de são João, era esperto desenhista, são paulino , estudioso, amigo e companheiro , foi nessa época que esse jovem me ensinou a escrever me disse certa data que os sentimentos se expressam melhor na ponta do lápis. O tempo passou a vida como sempre passou pela sua metamorfose e rumos diferentes as pessoas tomam. Decidiu encarar a vida religiosa e se ingressou no seminário e foi por lá que a cada dia aquela inteligência extraordinária tomou força e aflorou. Quisera o destino parar esse sonho por algum motivo que não cabe a ninguém julgar, ele não se tornou padre e daí em diante se destacaria ainda mais em sua trajetória, quando aquele jovem agora um pouco mais velho e com menos cabelos informou que seria conselheiro tutelar ninguém imaginou que ele seria destaque em tal profissão, isso o fez ingressar na faculdade de serviço social. Quisera ele ainda mais e após passar no concurso público se tornou o Fiscal de obras da prefeitura, porém isso era muito pouco, ele era o faz tudo,  precisa de um texto pro jornal, precisa de um enfeite de Natal, vamos organizar o carnaval, é copa do mundo vamos encher a cidade de verde amarelo e no corpus Christi vamos fazer um coração pra Jesus? E assim mobilizava todos os setores não importa se o funcionário é da Saúde, Emater , Educação ou Administração o lema era cooperação. Acho que na cidade não existiu uma moradia que não tenha o recebido na campanha eleitoral e ouvido suas sábias perguntas sobre o que era primordial para o município, em nenhum momento ele pediu voto queria saber o que o município estava precisando, anotava tudo e dizia que o caderninho seria seu manual se eleito fosse, e foi eleito na raça, na garra obteve o coeficiente necessário e o sonho almejado estava prestes a se tornar realidade, arrasou como em todas outras em sua última publicação do facebook quando em poucas palavras resumiu o sonho de todos Tocosmojienses, a eleição acabou no dia 02 de outubro e agora o lema era Tocos do Moji. Ele era tudo isso mas o que mais marcava era sua autenticidade surpreendeu quando revelou sua opção sexual sem ter medo das represálias da sociedade, tinha suas opiniões sabia e entendia o mundo de uma forma que jamais conseguiremos entender e talvez por isso quis nos mostrar que nosso corpo é apenas uma morada e que depois que espírito parte ele não significa nada. Quando fui incumbida por meus colegas em escrever algumas palavras sobre você pedi a Deus que te colocasse comigo, para que a sua sabedoria saísse em minhas palavras como se essas fossem suas. Não sei se consegui expressar o que você diria desse momento, mas voltando a mim e aos nossos amigos da prefeitura municipal só resta dizer que jamais te esqueceremos porque a gente não esquece quem marca nossas vidas. Você marcou com seu sorriso, marcou com seu cheiro, marcou com seus ideais, ensinou tanto e de uma forma estranha nos deixou tentando entender o porquê, mas isso não acontecerá pois dos aprendizados compreender seus sentimentos você não nos ensinou te admirar já era suficiente. Descanse em Paz Lei, Deco, Vanderlei Fiscal, Lei do Lau enfim nosso eterno e inesquecível amigo Vanderlei.

 

                                                                                        Texto: Regiane Cruz